02/10/2017

Outubro Rosa

Entre de peito nessa luta!

Outubro chegou todo Rosa, para chamar a atenção de todas para prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama. A cada 10 mulheres diagnosticadas com a doença no país, três morrem, segundo dados do Instituto de Câncer (Inca), órgão do Ministério da Saúde.

Para conscientizar a população feminina e a sociedade sobre o assunto, foi criado o movimento Outubro Rosa, que tem como objetivo mobilizar e lembrar a população à importância do diagnóstico precoce do câncer.

A mulher diagnosticada com o câncer de mama no início da doença, tem 90% de chance de cura se o tumor for descoberto em estágio inicial. Para isso é necessário realizar exames de prevenção, que são simples e estão disponíveis nas rede pública e particular. Além dos exames preventivos, atitudes simples como manter uma alimentação saudável e peso adequados, ajudam na prevenção.

Conheça alguns dos exames que ajudam a diagnosticar o câncer de mama:

Mamografia: É o melhor método para detectar precocemente o câncer de mama. Por meio dela é possível observar microcalcificações que muitas vezes são as primeiras indicações de um câncer em fase inicial. A primeira deve ser feita a partir dos 35 anos e anualmente a partir dos 40 anos.

Ultrassonografia mamária: É usada para reproduzir imagens transmitidas por um transdutor que emite e reflete ondas sonoras até a mama. É um método auxiliar da mamografia, somando dados e levando a um diagnóstico mais preciso.

Autoexame: Deve ser feito a partir da primeira menstruação, mas não substitui os outros exames. Ele consiste em a mulher apalpar seus seios na tentativa de identificar alguma alteração. O autoexame deve ser feito uma vez por mês, logo após a menstruação. As mulheres que já entraram na menopausa, pode marcar um dia fixo na agenda para realizar mensalmente o procedimento.

Mais Notícias