02/01/2018

Gordura no fígado

O acúmulo de gordura no fígado, tecnicamente chamado de esteatose hepática é um problema bastante comum que pode ser causado por fatores de risco como obesidade, diabetes, colesterol alto e consumo excessivo de bebidas alcoólicas.

Nosso fígado possui normalmente pequenas quantidades de gordura, que compõe cerca de 10% do seu peso. Quando o percentual de gordura excede esse valor, estamos diante de um fígado que está acumulando gordura e que pode prejudicar nossa saúde.

A doença é séria, pois o fígado exerce mais de 500 funções fundamentais para o nosso organismo, e o aumento de gordura dentro dos hepatócitos pode ocasionar uma inflamação capaz de evoluir para quadros graves de hepatite gordurosa, cirrose hepática e até mesmo câncer.

Apesar de ser mais comum em obesos e diabéticos, o acúmulo de gordura no fígado pode afetar qualquer pessoa que tenha uma má alimentação e não pratique exercícios físicos regularmente. Ela nem sempre causa sintomas, mas quando o percentual de gordura no fígado está bem elevado pode causar enjoos e vômitos, fezes claras, cansaço, barriga inchada, dor de cabeça, pele e olhos amarelados. 

Confira mais detalhes assistindo a entrevista do Dr. Fernando Costa em nosso site, no link “Sala de Imprensa” – “Vídeos”.

Mais Notícias