24/07/2018

Você conhece a Endoscopia Digestiva?

Endoscopia Digestiva é um exame endoscópico que permite ao médico visualizar diretamente ou na tela de vídeo o revestimento interno do esôfago, estômago e duodeno; bem como realizar intervenções diagnósticas e/ou terapêuticas simples. Realizado por meio de um aparelho chamado endoscópio no qual consta, entre outras coisas, um tubo flexível de cerca de um metro de comprimento. Ele contém, na sua extremidade, uma microcâmera capaz de captar imagens, sendo introduzido através da boca e permitindo visualizar as regiões por onde passa. Por esse tubo podem ser introduzidos medicamentos e instrumentos próprios para realizar biópsias ou outros procedimentos terapêuticos.

O preparo para o exame é muito simples: consiste em um jejum de oito horas para que a parte alta do tubo digestivo esteja completamente esvaziada, permitindo uma melhor visualização e minimizando o risco de aspiração do suco gástrico para o pulmão. No momento do exame é administrado ao paciente algumas gotas de medicamento contra gazes, devendo ele deitar-se de lado em uma maca. Normalmente a garganta do paciente é borrifada com um spray anestésico
a fim de  evitar o reflexo de vômito e é aplicado um sedativo de curta duração, quase sempre por via venosa. Em alguns casos, nenhum sedativo é dado.

É simples e rápido (de 05 a 10 minutos) realizar o exame, se o paciente adormece sob ação do sedativo, muitas vezes nem chega a perceber a sua realização
.
  Ao despertar, o paciente ainda se encontra sonolento, levando cerca de 30 a 60 minutos para a total recuperação. O exame permite o diagnóstico direto de algumas patologias do trato digestivo alto e ajuda na complementação diagnóstica de várias outras patologias que podem repercutir nesses órgãos, como também permite intervenções diagnósticas e terapêuticas.

Mais Notícias