27/01/2020

Cardiologista Roberto Nolasco assume cadeira na Academia Alagoana de Medicina

Sócio-diretor da Diagnose se tornou membro titular da entidade

Um momento único, para ficar na memória. O sócio-diretor da Diagnose, o cardiologista Roberto Nolasco, assumiu a cadeira de número 37 como membro titular da Academia Alagoana de Medicina. Realizada em 22 de janeiro, a solenidade, que aconteceu no Conselho Regional de Medicina do Estado de Alagoas (Cremal), foi marcada por reconhecimento e emoção.

Natural de Marechal Deodoro, o cardiologista Roberto Nolasco é formado em Medicina em Recife, capital de Pernambuco. Ele é sócio-diretor da Diagnose, que desde 1993 soma esforços para oferecer o melhor em exames por imagem à população de Alagoas.

Ele agradeceu por ser escolhido para assumir a cadeira. “Quero agradecer de forma expressiva essa honraria que me foi confiada pelos ilustres colegas acadêmicos em votação livre e soberana, e registrar meu compromisso com a tradição da entidade, contribuindo para a promoção da medicina ética, profissional e científica”, afirmou o cardiologista durante a solenidade.

A cadeira tem como patrono o Dr. José Carneiro de Albuquerque, que nasceu em Recife no ano de 1879. Além de médico, também era político e assumiu a Prefeitura de Maceió 

em 1928, deixando a chefia do executivo em 1930.

O membro emérito da cadeira é o Dr. Duílio Marsiglia, membro titular fundador da Academia Alagoana de Medicina, nascido em 1924. Ele se formou pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 1950, tornou-se especialista em Medicina Nuclear pelo Instituto de Biofísica da Universidade do Brasil e chegou a ser diretor-geral do Hospital Universitário.


“Suceder o Dr. Duílio Marsiglia é uma grande honra e uma feliz coincidência. Durante muitos anos

convivemos ativamente tanto no Hospital Universitário como na Santa Casa de Misericórdia de Maceió”, explicou o Dr. Roberto Nolasco.

Os demais membros da Academia, familiares e amigos prestigiaram a cerimônia, que contou também com a presença do Dr. Milton Hênio Gouveia, presidente de honra vitalício da entidade, com a missão de contar a história de vida do novo membro da entidade.



A Academia


A Academia Alagoana de Medicina foi fundada em 1994. Inicialmente foram empossados 40 médicos, integrantes da elite cultural e profissional da Medicina do Estado, hoje são 45 componentes da entidade. Todas as cadeiras têm como patronos os grandes representantes da história da medicina alagoana, professores de renome, profissionais abnegados e de caráter ilibado.

Galeria de fotos

Mais Novidades