25/09/2020

Diagnose realiza SIPAT no intuito de promover o autocuidado entre os seus colaboradores

A semana é dedicada à conscientização sobre assuntos relacionados à prevenção de acidentes e à promoção da saúde física e emocional

Atenta à saúde e à segurança de seus colaboradores, a Diagnose promoveu, entre os dias 23 e 25 de setembro, a Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (SIPAT), a qual, neste ano, teve como temática a frase “Cuidando da gente”. O evento foi promovido pela Comissão Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho (CIPA) e contou com o apoio das equipes lotadas na Gestão de Pessoas, no Marketing, na Qualidade e nas Coordenações das Unidades.

A intenção é fomentar, nos trabalhadores, o autocuidado, que vai muito além do uso correto de Equipamentos de Proteção Individual (EPI), alcançando práticas saudáveis fora do ambiente de trabalho que também contribuem com o bem-estar do profissional, como a alimentação saudável, a violência contra a mulher, a saúde mental, a divulgação de notícias falsas e as Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST).

“O nosso objetivo, na construção de toda a programação, foi promover reflexões e otimizar conhecimentos sobre temas relacionados à segurança e à saúde do trabalhador. Também buscamos oportunizar a troca de experiências e engajar nossos colaboradores nos temas abordados. Tudo foi organizado por uma equipe comprometida e antenada nos assuntos mais presentes no nosso cotidiano.”, informou Christianne Acioli, gerente de Recursos Humanos.

A programação teve início na quarta-feira (23), às 9h, na unidade Ponta Verde, com a participação de um representante da empresa Soma, especializada em Gestão de Segurança, Saúde e Meio Ambiente do Trabalho. Em paralelo, a unidade Diagnose no Harmony Medical Center iniciou as atividades.

“No período da tarde, às 15h30, tivemos uma palestra sobre feminicídio na unidade Ponta Verde, com a advogada da Comissão da Mulher da OAB-AL [Ordem dos Advogados do Brasil, secção Alagoas], Júlia Queiroz. Na unidade Harmony, no mesmo horário, teve um espaço para relaxamento, conduzido pela fisioterapeuta Kallyne Ayres. E na unidade Farol, além das orientações especializadas da Soma, incluímos na programação uma exposição sobre a saúde mental em tempos de pandemia da COVID-19, com a psicóloga Cintia Maria”, recordou a assistente de coordenação de unidade, Walkiria Costa.

No dia seguinte, a jornalista Carolina Sanches explanou sobre as Fake News, na unidade Ponta Verde. Ao mesmo tempo, na unidade Harmony, a nutricionista Renata Machado alertou sobre as armadilhas alimentares durante a pandemia do novo coronavírus. E na unidade Farol, além de mais um momento de relaxamento com a fisioterapeuta Kallyne Ayres, a advogada Júlia Queiroz também expôs informações sobre o feminicídio no Brasil.

“Nesta sexta-feira (25) encerramos a Sipat conversando sobre a prevenção ao suicídio, com a participação do psicólogo Laivison Dias, na unidade Ponta Verde. Na unidade Harmony, oferecemos uma roda de conversa sobre a IST, com a enfermeira Maria Luiza. Enquanto no Farol, a nossa alimentação foi confrontada com o surgimento das doenças, sob o comando da nutricionista Aline Souza. E na unidade instalada no Hospital do Coração de Alagoas, a fisioterapeuta Kallyne Ayres levou suas técnicas de relaxamento para os nossos colaboradores”, relatou a gerente de Recursos Humanos.

Também foram oferecidos aos participantes lanches e brindes. Como relatado pelas organizadoras, as ações aconteceram em todas as unidades (Farol, Ponta Verde, Harmony Medical Center e Unidade de Medicina Nuclear - Hospital do Coração de Alagoas) e, para elas, não terminarão no dia 25, já que a intenção é de que constantemente o aprendizado seja posto em prática e partilhado com outros colegas de trabalho.

Galeria de fotos

Mais Notícias